Luto pelo amor

18:20:00 Eloísa Cardozo 0 Comments


   Hoje é dia dos namorados no Brasil, mas hoje, logo hoje, o amor perdeu no mundo. Não a nada o que comemorar, o amor foi baleado, um amor como qualquer outro. Hoje 50 pessoas morreram e pagaram pelo enorme crime de amar.
   Até quando milhares de LGBTs continuaram pagando pelo preconceito, até quando continuarão sentindo medo de amar, se escondendo e mentindo para si mesmos. Até quando o amor será errado, condenado, menosprezado? Eles não tem culpa, não é errado amar, não é errado sentir, o amor não tem sexo, não tem raça e nem nacionalidade, mas o seu ódio sim. Hoje 50 pessoas morreram, 50 amantes, 50 filhos, 50 amigos, acima de tudo 50 pessoas, como eu e como você, foram mortas por amar seus iguais.
   Não tem nada errado em ser lésbica, gay, bi ou trans, mas quer saber o que tem muito, mas muito erro? Seu preconceito. 50 vidas em um mesmo lugar mortas pela mão de uma mesma pessoa, mas quantas são mortas pela sociedade que julga, exclui, diz que não é normal, não aceita, bate, xinga, diz que é contra a bíblia? Esses atos também matam, vidas se perdem por causa do preconceito, preconceito contra o mais puro dos sentimentos.
    Lembro que Deus me ensinou a sempre amar ao próximo como a mim mesma, e assim procuro sempre fazer, me estranha ver tanta gente machucando LGBTs em nome de Deus, palavras doem tanto como socos, e não cabe a sociedade julgar. Deus ensina a aproximar, não excluir, a entender e não apedrejar. Se você pratica qualquer tipo de preconceito, por favor tire o nome de Deus, do meio dessa sua ignorância, você entendeu os ensinamento Dele tudo errado.
    Hoje o amor foi vencido, hoje fomos mais fracos. Hoje estamos de luto pelo amor, amanhã eu continuarei lutando, como todos os dias, uma pequena batalha perdida, mas no fim dessa guerra, o amor vai vencer. Não há culpa em ser diferente, não são escolhas, se nasce assim e não há nada que pode mudar essa forma de amor, mas a muito o que se pode fazer contra a homofobia. A homofobia mata, hoje foram 50 e amanhã, quantos serão?
    EU LUTO PELO AMOR, o que o mundo vai dizer, quando o amor vencer?


"Não importa se é você gay, hétero ou bi
Lésbica, transexual
Estou no caminho certo, menina
Eu nasci para sobreviver
Não importa se você é preto, branco ou pardo
Albina ou oriental
Estou no caminho certo, menina
Eu nasci para ser corajosa"

"Os conservadores acham que é uma escolha
E que você pode ser curado com algum tratamento e religião
Feitos pelo homem, consertando uma pré-disposição, brincando de Deus"

Deixo aqui duas músicas essenciais para essa luta. </3 
   

0 comentários: