Dia de chuva

20:19:00 Eloísa Cardozo 0 Comments


Engoliu as lágrimas enquanto olhava pela janela em uma noite chuvosa. Chovia dentro e chovia fora, uma tempestade em seu coração e a cada trovão fazia-a sentir a solidão se aproximando. Andava de um lado para o outro a procura de uma solução para aquele aperto que a atormentava. Ah como era triste vê-la tão angustiada. Nervosa e descompassada, chorava e chorava, de um comodo a outro da casa, pobre menina já quase não aguentava. No outro dia ainda chuvoso um policial a paisana parou em sua casa, bateu e bateu, chamou e chamou e nada da garota. Preocupados seus parentes ligavam, e os vizinhos a procuravam e quando todos juntos arrombaram sua porta lá estava ela, enforcada em sua angustia, havia literalmente morrido de saudade. Porem sentada ao chão do lado da cama em lagrimas ainda se via o resto de uma menina que um dia já sorriu radiante enquanto dançava feliz a dança do amor.

0 comentários: