Resenha: Mosquitolândia

15:03:00 Eloísa Cardozo 0 Comments


Olá, hoje eu vim fazer a resenha de um livro que tocou muito meu coração e que além de lindo me fez sonhar e querer ser uma pessoa melhor. O livro Mosquitolândia de David Arnold, que foi publicado no Brasil pela editora Intrínseca, traz uma história de amor e amizade sem perder a realidade dos fatos, fazendo o leitor entrar no mundo das personagens e torcer por elas até o final. 


Mim Malone não está nada bem. Com seu jeito impulsivo, difícil e fechado, Marie Iris Malone, desperta a preocupação do seu pai que após levá-la ao psicólogo e enchê-la de remédios antidepressivos, acaba se separando da mãe de Mim e se casando com Kate, embora a garota não aceite a nova “mãe”, ela faz um esforço para, pelo menos, conseguir viver sobre o mesmo teto que Kate. O problema é que aos poucos Mim vai perdendo o contato com sua mãe, até que chega um dia em que essa para de responder as cartas da garota por completo. 
Um dia, porém, Mim que estava preocupada com sua verdadeira mãe acaba ouvindo uma conversa atrás da porta e descobre que sua mãe está doente, em uma cama de hospital, em algum lugar dos Estados Unidos, provavelmente na cidade onde Mim costumava morar com seus pais. Neste momento a aventura começa, Marie Iris coloca uma mochila nas costas, pega uns trocados numa lata que Kate havia escondido, junto com umas poucas cartas misteriosas que a mãe de Mim havia mandado para a madrasta em segredo, o que deixa a garota bastante intrigada e louca para descobrir os segredos que todo mundo está escondendo dela, pega um ônibus na sua cidade e sai por ai em uma aventura, tocante, e linda que me fez querer estar com Mim, viajando pelos EUA.
No caminho Mim encontra seu verdadeiro eu, vendo que não há nada de errado em seus defeitos, aprende a aceitar a ela mesma e aos outros. Faz amizades que, com certeza, durariam para a vida inteira, Walt um garoto de rua e …... um garoto que assim como Mim saiu atrás de alguém e acabou por encontrar ele mesmo. 
O livro é tocante me deixou com uma super vontade de quero mais, eu chorei, sorri e me apaixonei pela vida junto com a Mim e aprendi que somos muito mais que remédios que tomamos ou imperfeições que carregamos. Marie Iris Malone me ensinou que tudo bem as vezes não estar nada bem e que tudo pode mudar em questão de segundos e que as vezes os vilões nem são tão vilões e nem os mocinhos tão mocinhos. Com um final surpreendente e emocionante, David Arnold me arrancou cinco estrelas no Skoob e um lugar na minha sessão de favoritos. 
  

          Espero que tenham gostado e se você já leu, me diga o que achou, eu vou amar. <3 



0 comentários: